Posts recentes...clique...navegue...explore!

12.4.19

Inalcansável


(...)

Ela foi surpreendida...

O horizonte está tingido de escuro, sem profundidade, sem escapes
Chove forte, o vento desafia seu equilíbrio, açoita seu rosto
As ondas batem incessantes em suas pernas, sem gentilezas

As lembranças invadiram sua paz e seus sonhos na noite anterior
Convocando o que estava quieto em sacos, em caixas, em baús
Provocando a certeza de que já estava em outras paisagens

Agora ela está ali, molhada, resfriada, rígida, instigada
Com lábios cerrados, olhos marejados, sentimento içado
Contemplando imóvel aquela súplica de sereias mudas

Pelo inalcançável...