Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2015

Saldos & Calendários

E de repente o tempo passou e você está com uma idade em que os números, rótulos e estigmas apontam que você está começando a parar, enquanto na prática você esta mudando tudo, está revendo, recomeçando, construindo ainda... E aí a pergunta vem: Porra, mas então qual é o meu saldo até aqui? E daí você percebe que nem precisa mais fazer contas, porque o saldo se revela exatamente proporcional ao que você quer e, principalmente, ao que você não quer mais a essa altura. O principal é que não dá mais para suportar meias medidas: ou vai ou fica; ou quer ou não quer; entra todo ou nem encosta na borda; diz de uma vez ou fica calado; fuja da chuva ou não tema se molhar; coma merda sem contar calorias ou faça dieta sem se lamentar; prefira a facilidade de ser um personagem mas não me venha falar de profundidades. E do que valeriam tantos anos e tanta vida se não fosse para você tentar conseguir se encontrar no meio de tanta confusão, de tanta informação, de tanto barulho, de tantas

Pra Sempre Menos Um Dia!

Me chama para escalar o Everest? Quem sabe uma viagem espiritual a Machu Picchu... Poderíamos ir beber na Lapa e ficar flertando com a vida bandida até de manhã. Ou quem sabe mergulharmos juntos em um biblioteca para fuçarmos nossos autores preferidos? Viajar para o Nordeste de carro pela orla e ir parando em todas as cidadezinhas que nos fossem simpáticas, pode ser? Ou marcar um filme cult naquele sábado à tarde? Comer até rolar aquele Bobó de Camarão de subúrbio, o que te parece? Ou assistir aquele show de rock que gostamos no gargarejo gritando como dois adolescentes pirados... Ficar um fim de semana inteirinho meditando, completamente calados, você toparia? Ou talvez ir ao Maracanã ver nossos times jogando, e tirar na sorte o azarado que iria ter que assistir a partida em campo minado... Poderíamos discutir a vida pela ótica da filosofia oriental, jantando em um restaurante japonês, que você sabe que eu adoro. São muitas as possibilidad

Um dia de chuva...

Um dia de chuva é bom para pausar Curtir as pequenas coisas Dar um abraço apertado Amar direito... Photo:  Agniribe Mada