Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2017

Delete

Ele olha o celular como se pudesse encontrar algo Mas não há vestígios dela no seus álbum de fotos Ela não está mais em nenhum dos seus feeds Seu nome não está na entrada dos emails Não há mensagens dela no WhatsApp Ela foi cirurgicamente banida Do seu mundo digital Em um corte seco Mas, como não há um chip no coração Ele se deparou com sentimentos arquivados Sem o apoio de um providencial botão delete Para dar enter no final... Artwork: Adam Hale

Marcelo Caliman

Que grande poema O mundo teria, Se eu tivesse dos menestréis A maestria! Mas como me atreveria, Diga, Maria, Fazer de você meu tema, Se não fui eu quem escreveu Garota de Ipanema, Nem fui o tal que deu à luz A La Belle de Jour? A moça mais linda De toda a cidade Vai ficar sem poema, que pena, Não por falta de um poeta, Mas por míngua de literatura, Pois tão pobre é a minha Para pagar essa fatura E tão baixo me acho Para me alçar a tal altura. Fica apenas um lampejo Em minha memória, Maria Doria, Coisa de um piscar de olhos, De um beijo, Do que seria pra ti Minha poesia Que fugiu do meu peito, Que não consegui reter, Que saiu por aí a passear, Mas o mais lindo Que eu já vi passar. Marcelo Caliman P.S: Esse jogo de fotos aleatórias no meu perfil do Facebook inspirou esse  poema-presente  desse grande amigo que adoro e que mora no meu coração há décadas em um terreno com vista, jardim e pomar. #loveyou

Abra-te

Expressar-se é como respirar Se sua expressão está negligenciada Vai dar defeito em algum lugar em você Por falta de oxigênio... Photo: Fran Carneros

Matemática

Pode parecer adolescências de Tumblr Pode parecer apenas mais um texto clichê Pode parecer com frases cansadas de autoajuda Pode parecer algum tipo de romantismo  old fashion E talvez seja exatamente um pouco de tudo isso... Porque rótulos são apenas uma parte do todo Mas, nada do que é feito sem coração conta... Se o coração está em suas escolhas Se o coração comanda as suas reflexões Se o coração é o centro das suas motivações Se o coração é sincero em seus arrependimentos É de verdade É da Alma É do bem É além É. Artwork: Roborange | Flickr

Dimensão

Já experimentou olhar pra cima Ter consciência e sentir a amplitude Perceber que o não limite também existe? A vida pode ser uma caixa A vida pode ser um céu Onde você se ajusta melhor? Photo: Noell Oszvald

Corações Subversivos

Corações não podem estar em redomas de vidro Onde temos que pisar em ovos Escolher muito as palavras Falar baixo Corações não podem estar superprotegidos Com cercas farpadas Guardas uniformizados Fechados a oito chaves Corações não podem ficar remotos Sem enfrentar estradas Sem sentir os ventos Viver intempéries Corações têm que quebrar a porra toda! Artwork: Benjamin A. Vierling

Érico Veríssimo

Quando os ventos de mudança sopram, umas pessoas levantam barreiras, outras constroem moinhos de vento. Érico Veríssimo Artwork: Tânia Hanauer

Poderes

Mandamos na gente É só focar. Quer ser mais aberto? Quer viver relax ? Quer sair do stress ? Quer economizar? Quer conhecer o México? Quer comer saudavelmente? Quer emagrecer? Quer engordar? Quer virar uma atleta? Começar a fazer ballet ? Aprender kitesurf ? Se mudar para o Japão? Visitar Santiago de Compostela? Pintar o quarto de azul? Tudo relativo a nós mesmos é questão de foco Você pode conseguir exatamente o que quer Ou pode transformar seu objetivo inicial O resultado sempre dependerá de você Mas sentimentos são libertos Decidem a hora de pousar E a de partir também E nem um turbilhão de razões adianta Então não apresse...deixe ir Artwork:  Catrin Welz-Stein