Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2020

Limite

Eu sou de verdade até onde você pode aguentar...




Artwork: Catrin Welz-Stein

Contrastes

(...)

Viver a perda dela era algo inédito para ele
Enquanto ela vivera a perda dele em...
__
fi
__
nas
__
fa
__
ti
__
as

Artwork: Catrin Welz-Stein

Invisível

Estou farta de cegueiras emocionais
Não quero saber nem de quem use óculos.






Artwork: Christian Schloe 


Horizonte

Eu sou uma exploradora de natureza
Tenho horror a scripts fechados
Quero continuar encontrando
Buscar é meu verbo pessoal
Não tenho medo do novo
Nem do que não vejo

Em outro país
Em outra família
Em uma outra história
Eu poderia ter outra forma

Um médico sem fronteiras e sem destino
Uma atriz de cinema independente
Um fotógrafo de vários povos
Uma bailarina de peças offs

Não sou nada disso
Mas minha essência está aí

Explorando, aprendendo e expandindo
Com palavras, percepções e impressões
.
.
.
Voos





Artwork: Catrin Welz-Stein

Quatro mãos

Por trás de certas idiotices dos outros
Está também um pouco da nossa própria
Afinal, se você permite, torna-se
.
.
.
Coautora.



Artwork: Christian Schloe 

Novos Ares

Ela tomava café enquanto olhava pela janela
Aquele amontoado de caixas e de sacos plásticos
Sendo saqueado por crianças, mendigos e bandidos
Deteriorando-se sob o sol e as intempéries do tempo

Não havia mais nada com ela, tudo fora retirado de suas mãos

Mas agora ela sentia alívio ao perceber que era assim que tinha que ser
Amores com bagagens acrescidas pela imaginação do coração se expandem
Invadem, ocupam tudo: pele, paredes, armários, prateleiras, gavetas
A tristeza da perda foi a última caixa que despachara sem hesitar

Agora estava tudo ali, demolindo-se por conta própria

Enquanto ela tomava seu café de domingo.




Artwork: Catrin Welz-Stein




Ernest Hemingway

(...) Já sabia, então, que qualquer coisa — boa ou má — deixa um vazio quando acaba. Se era má, o vazio se enche por si mesmo. Se era boa, só se poderia enchê-lo encontrando alguma coisa melhor. (...)
Ernest Hemingway - Paris é Uma Festa 

Pausa

Pássaros às vezes precisam de gaiolas para descansar as asas .
.
.
Para voos   .   .   .   M    A    I    O    R    E    S.






Artwork: Catrin Welz-Stein (blog sepia version)







Trégua

Uma pena que para libertar um coração
Seja necessário batalhas repetidas e sangrentas
Melhor seria se pudéssemos apenas abrir a porta. . .



Artwork: Catrin Welz-Stein




EuPENSOque

Precisamos ser fiéis a nós mesmos em alguma graduação
Ou nos tornamos apenas corpos com funcionalidades
.
.
.
Robôs.



Artwork: Catrin Welz-Stein